SOBRE NÓS

Brasília é o quê?


Uma cidade? Um plano? Uma utopia? Onde começa e em que ponto termina? Tem uma identidade? O que a caracteriza? Afinal de contas, o que é Brasília?

Se essas inquietações também habitam o seu ser, sinta-se muito bem-vinda(o) ao Brasília: Memória & Invenção. Neste espaço, vamos juntos navegar para descobrir possíveis respostas entre histórias, sonhos, memórias e invenções dos personagens que construíram e constroem a cultura candango-brasiliense.

Mas, antes de embarcar, é bom que você saiba: o enigma Brasília é indecifrável. Afinal, Brasília não é apenas uma cidade construída, e sim uma ideia em permanente construção. E quem a constrói a todo instante sou eu, é você, somos nós. Boa aventura!

O PROJETO

Identidade na diversidade


Brasília: Memória & Invenção é um projeto de pesquisa sobre o patrimônio imaterial da Capital dos Brasis, lançado com o intuito de reverenciar e valorizar a diversidade como a identidade cultural candango-brasiliense. Desbravando sua trilha à procura dessa antiga novidade, busca na história coletiva de Brasília e no mapeamento de suas diversas expressões artísticas ressaltar a memória e o espírito inventivo como patrimônios indispensáveis à compreensão da diversidade que nos identifica. Para cumprir tão ousado desafio, revelou-se fundamental a reflexão conceitual sobre “Brasília”, aqui compreendida em seu sentido mais profundo, amplo e libertador.

9 de março de 2018

Ulisses Riedel

A consciência de Ulisses Riedel em relação a causas sutis e elevadas começou em casa, onde era costume orar diariamente pela paz mundial. Especialmente de sua […]
17 de janeiro de 2018

Nicolas Behr

Poeta nascido em Cuiabá (1958), Nicolas Behr veio para Brasília em 1974 e, três anos depois, lançou seu primeiro livro mimeografado (zine), Iogurte com Farinha, o […]
10 de janeiro de 2018

Seu Teodoro

Natural do interior do Maranhão, Teodoro Freire conheceu Brasília no primeiro aniversário da nova capital, em abril de 1961. Foi a convite do poeta Ferreira Gullar […]
8 de março de 2018

Chico Simões

Chico Simões é o idealizador do projeto brasiliense Mamulengo Presepada, que nasceu nos anos 1980, após Chico viajar pelo Nordeste trabalhando e interagindo com mestres das […]
9 de março de 2018

Cirilo Quartim

O artista visual Cirilo Quartim relaciona o espaço urbano à escultura, à literatura e à astronomia, com um olhar que contempla os universos macro e micro […]
8 de março de 2018

Antônio Obá

Antônio Obá (Ceilândia, DF, 1983) é artista visual, arte-educador e professor. Seu trabalho propõe uma reflexão sobre as situações históricas ligadas ao preconceito e à identidade […]
10 de março de 2018

Antonio Miranda

Antonio Miranda, maranhense, é poeta, escritor e dramaturgo. Membro da Associação Nacional de Escritores, é professor emérito da Universidade de Brasília, além de ter sido colaborador […]
9 de março de 2018

Geraldo Moraes

O gaúcho Geraldo Moraes foi cineasta e professor de cinema na Universidade de Brasília. Em 1962, foi eleito vice-presidente da União Nacional dos Estudantes e se […]
17 de março de 2018

DF Zulu

O grupo DF Zulu, de break dance e grafite, surgiu em 1989, na Ceilândia, para afirmar valores ligados à identidade negra, à consciência social, à paz, […]
17 de janeiro de 2018

Geração Mimeógrafo

No período da ditadura militar, a censura levou intelectuais, professores universitários, poetas e artistas em geral a buscarem meios alternativos de difusão cultural. Uma das saídas encontradas foi o mimeógrafo, instrumento […]
17 de janeiro de 2018

Santiago Naud

Nascido em 1930 no Rio Grande do Sul, José Santiago Naud foi um dos fundadores da Universidade de Brasília, em 1962. Poeta, ensaísta e professor, sua […]
15 de março de 2018

Luis Jungmann Girafa

Luis Jungmann Girafa (Juiz de Fora, MG, 1950) é artista plástico, arquiteto, cineasta e fotógrafo, que tem em seu currículo mais de 30 exposições, em território […]
20 de março de 2018

Leonel Laterza

O cantor mineiro Leonel Laterza construiu sua carreira nas casas noturnas e teatros de Brasília. O trabalho de Laterza resgata a essência do Brasil na melodia […]
17 de março de 2018

Nina Coimbra

A artista visual Nina Coimbra desenvolve móveis inspirados na arquitetura de Brasília, que misturam referências de mobiliários antigos com designs modernos e contemporâneos. Ela integra o […]
12 de março de 2018

Célia Porto

A cantora Célia Porto, brasiliense, acompanhou de perto o crescimento da cena musical no DF, principalmente na década de 1980, quando, ainda estudante, começou a cantar. […]
20 de março de 2018

Lydia Garcia

A pianista carioca Lydia Garcia foi a primeira professora de música da rede pública do Distrito Federal. Passaram por suas aulas ícones da cidade que integram […]
9 de março de 2018

Clarice Gonçalves

Por meio de seu trabalho, a artista visual Clarice Gonçalves (Brasília, 1985) explora questões relacionadas ao feminino e evidencia um universo íntimo e intenso. Sua obra […]
15 de março de 2018

Maria Esmeralinda

Maria Esmeralinda (Sertânia, PE, 1928) veio para Brasília para ser empregada doméstica e acabou se tornando artista. Há mais de 20 anos, fabrica e vende santos […]
15 de março de 2018

Tereza Padilha

Tereza Padilha é atriz e diretora teatral. Teve como professora a famosa atriz Dulcina de Moraes, na Faculdade de Artes da Fundação Brasileira de Teatro. Desenvolveu […]
10 de março de 2018

Cristiane Sobral

Poeta, escritora, atriz e diretora, a carioca Cristiane Sobral chegou no Distrito Federal ainda adolescente, e diz ter se naturalizado brasiliense “por afinidade”. Cursou Artes Cênicas […]
15 de março de 2018

Miqueias Paz

O primeiro mímico de Brasília é o paranaense Miqueias Paz, que chegou na capital aos cinco anos de idade. Em 1980, participou do Grupo Retalhos e […]
17 de janeiro de 2018

Noélia Ribeiro

Nascida em Pernambuco e carioca de coração, Noélia Ribeiro começou a escrever aos nove anos, ainda no Rio de Janeiro. Em 1972, veio para Brasília e […]
8 de março de 2018

Giselle Rodrigues

Giselle Rodrigues iniciou sua carreira com o grupo EnDança, onde ficou por 16 anos e com quem participou de diversos festivais nacionais e internacionais. Na dança, […]
11 de janeiro de 2018

Mirella Faur

Mirella Faur nasceu na Romênia e em 1964 se mudou para o Brasil. Especializada em Farmacodinamia e Microbiologia, Mirella escreveu diversos livros e artigos. Entre suas […]
17 de janeiro de 2018

TT Catalão

TT Catalão é poeta, jornalista, letrista e ativista cultural. Controverso, sua linguagem é afiada, cáustica, tendo origem no Boca Maldita Gregório de Matos, passando pela ironia […]
8 de março de 2018

Cia Tripé

O Grupo Tripé foi fundado em 2012, por jovens artistas, na Universidade de Brasília, com o intuito de estabelecer um espaço livre para experimentação, criação, estudo […]
15 de março de 2018

Sérgio Maggio

O jornalista, diretor e dramaturgo baiano Sérgio Maggio está radicado em Brasília desde 2001. Mestre em Comunicação Social pela Universidade de Brasília, na área de crítica […]
20 de março de 2018

Jorge Antunes

Jorge Antunes (RJ) é violinista, regente, compositor e professor. A partir de 1961 se destacou como precursor da música eletroacústica no Brasil e iniciou pesquisas sobre […]
CONSELHO INSPIRADOR

Ana Queiroz

Doutora em História da Arte, com ampla experiência em curadorias, produção e gestão cultural. Apaixonada por Brasília, idealizou o projeto A Utopia da Modernidade e coordenou uma série de projetos de pesquisas, entre os quais o Memórias de Brasília.

Bené Fonteles

Artista plástico, curador, escritor, compositor e poeta, Bené é paraense e mora em Brasília desde 1991. “Artivista”, integra o Movimento Artistas pela Natureza. Considera Brasília um “tubo de ensaio da utopia”.

Marina Mara

Nascida em Taguatinga, Marina Mara é poeta, publicitária, ativista cultural, atriz, roteirista e consultora de projetos poéticos. Há mais de uma década atua com projetos de ativismo lírico e de empoderamento de artistas de todas as idades.

Vladimir Carvalho

Consagrado cineasta e documentarista brasileiro, desde 1969 registra a história e a memória de Brasília. Em sua extensa filmografia destacam-se "O País de São Saruê", "Conterrâneos Velhos de Guerra", "Barra 68" e "Rock Brasília - Era de Ouro".

E-mail

contato@memoriaeinvencao.com

Telefone

+55 61 98167-3262

Conecte-se

facebook.com/memoriaeinvencao
@memoriaeinvencao
memoriaeinvencao